domingo, 9 de janeiro de 2011

Na felicidade ou na Desventura...?



“Eu recebo a ti por minha esposa,
para ter-te e conservar-te de hoje em diante 
na felicidade ou na desventura, 
na riqueza ou na pobreza, 
na enfermidade ou na saúde, 
para amar-te e querer-te por toda a eternidade. 
De acordo com a santa vontade de Deus, 
para isso empenho a minha honra”.

Todo casamento que se preze, tem algo assim. Hoje ouvi uma coisa que me entristeceu muito.
Uma pessoa disse que é errado dizer: “eu tenho um teto, roupa pra me vestir e isso é o que importa”. (se referindo a sermos gratos pelo mínimo que temos)
Tal cidadão disse: "quem serve a Deus deve comer o melhor dessa terra."
Enfim, somos filhos do rei, certo? Jesus sendo O Filho de Deus, abriu mão de toda a sua glória, e fez-se homem para habitar entre nós. Em sua vida terrena,  Ele mesmo disse: O filho do homem não tem onde reclinar a cabeça (Mt 9.58). Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me (Mt 16.24)
Somos a noiva de Cristo. E como noiva, temos que estar aptos a fazer a declaração do início do post. Ou seja, estarmos prontos para, com Cristo, enfrentarmos a felicidade ou a desventura. A riqueza ou a pobreza. A enfermidade ou a saúde.
Ou nos divorciaremos dele quando a pobreza, a fome, a escassez chegar?
Não estou fazendo apologia a uma vida de miséria e infelicidade. Mas quando estamos com Jesus, temos que estar prontos para enfrentar qualquer situação, por mais desagradáveis que  sejam. E, além disso, devemos SIM sermos gratos a Deus por tudo que temos. Do contrário, seremos como os espias murmuradores do antigo testamento.
Atrevo-me a dizer que as palavras do apóstolo Paulo aos Filipenses 4.11-13 descreve de uma maneira diferente a mesma declaração de amor acima:

“...pois aprendi a estar satisfeito com o que tenho.
Sei o que é estar necessitado e sei também o que é ter mais do que é preciso. 
Aprendi o segredo de me sentir contente em todo lugar e em qualquer situação, 
quer esteja alimentado ou com fome, quer tenha muito ou tenha pouco.
Com a força que Cristo me dá, posso enfrentar qualquer situação."

Que possamos viver GRATOS  a Deus pelo que temos, estarmos aptos a viver em qualquer situação, como uma verdadeira noiva de Cristo...
Fiquem com Deus
Beijos de Coração
Pris

7 comentários:

Cris Amorim disse...

Assim é a vida de um cristão, renunciamos ao mundo para vivermos ao lado dEle! e não importa o que pensa os perdidos por que fomos achados por Deus e viveremos para sempre ao lado dele!
Ja estou te seguindo!

Jacqueline disse...

Deixei uns selinhos pra você em meu blog.Espero que goste! Tenha um ótimo fim de semana!

DE TUDO UM POUCO, MINHA OPINIÃO disse...

Infelizmente o homem avançou muito na ciência, na tecnologia, nas artes e por aí vai. Mais espiritualmente continua mais atrasado que nunca.

Will disse...

Olá, meu nome é Will. sou autos do blog Celebrai.

Gostei do que vi por aqui e já estou seguindo seu blog.

Quando puder, visite-nos: www.celebraii.com.br se desejar, siga-nos também.

=)

Paulo Cheng (Rico) disse...

Pri, não tinha visto esse post ainda. Excelente mensagem. Realmente nosso conceito de cristianismo ainda está a anos luz do que Jesus realmente pregou e vivenciou.

O ato de gratidão é algo que Deus estima muito. Ser grato na fartura é fácil e todo mundo sabe ser. Em momentos difíceis, nós cristãos começamos a claudicar na fé e passamos a cobrar a Deus por tempo bom e ainda usamos sua Palavra à nosso favor.
Parabéns pelo post.

Pri disse...

Querida Pri, minha xará =)

vou copiar uma parte do texo que mais me identifiquei:

"E como noiva, temos que estar aptos a fazer a declaração do início do post...Ou nos divorciaremos dele quando a pobreza, a fome, a escassez chegar?"

Aqui vou te dar um depoimento meu, que fica como desabafo pessoal - é tão triste perceber que, apesar de eu estar pronta para isso, ele não está. Ele quer assumir este próximo passo apenas quando puder prover o que ele considera como sendo o mínimo para uma boa vida (e que não é tão minimo assim nos padrões do país em que moramos).

Achei seu blog porque pensei em usar esta url pro meu tb.
Mas vejo que ela já está muito bem aproveitada!

Beijinhos!!!

E&B disse...

O mesmo Apostolo Paulo nos pergunta, na sua epistola aos Romanos (8 v.31ao39), Ele nos pergunta quem nos separara do amor de Deus? Qual mazela, qual Por Que há de nos afastar do Pai? Hoje em dia há quem se afasta do Pai quando esta em desolação, há também quem se distancia quando tudo esta bem quando tem um bom emprego, um casamento solido e vida plena, os motivos para que nós Seus filhos e co-herdeiros, nos distanciemos Dele são inumeros, porém nenhum legitimo. Gostei muito do seu blog que Deus te abençoe seguindo já.